Applying alcohol cleaning gel on baby's hand

Secretaria de Saúde de Bento divulga orientações de prevenção contra o Coronavírus

O Ministério da Saúde confirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 26, o primeiro caso de Coronavírus em São Paulo. Com isso, o Brasil passa a ser o primeiro país da América Latina com um caso confirmado do novo vírus.
Trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP, que traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país).  Ele apresentou inicialmente sinais e sintomas (Febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.

 

As equipes da Secretaria da Saúde de Bento Gonçalves desde o início dos casos de COVID-19 receberam orientações sobre o Protocolo de atendimento de pacientes com suspeita do vírus. Com o objetivo de orientar a população a Secretaria de Saúde divulga algumas informações sobre o vírus.

 

O que é?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (nCoV-2019) foi descoberto no final de 2019 após casos registrados na China. O número de casos registrados mobilizou organismos internacionais e a comunidade científica na busca por respostas sobre prevenção, transmissão e tratamento desse novo tipo de coronavírus.

 

A transmissão

As investigações sobre a transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação da doença se dá por contato próximo de pessoa por pessoa. Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o coronavírus se espalha de pessoa para pessoa. Apesar disso, a transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: Gotículas de saliva; Espirro; Tosse; Catarro; Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

Os sintomas

Os sintomas são semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Os principais são indícios são:

Febre

Tosse

Dificuldade para respirar

Vale destacar que o vírus pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Ao surgirem os primeiros sintomas, e se a pessoas tiver viajado para algum dos países com casos do COVID, é fundamental procurar Unidades de Saúde, ou Hospital Tacchini, para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

 

O Ministério da Saúde ampliou, na segunda-feira, 24, os critérios para definição de caso suspeito para o novo coronavírus. Agora, também estão enquadradas dentro desta definição as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vierem da Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China.  

 

A prevenção

Entre as medidas preventivas estão:

Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;

Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

Manter os ambientes bem ventilados;

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença

1 responder

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *