Villa Michelon (6) (1)

“Turistando” no Villa Michelon

Por Kátia Bortolini

Olhar como se fosse pela primeira vez. Foi o que pensei ao receber o convite da diretora do Hotel Villa Michelon, Elaine Michelon, para participar como hóspede da programação de duas pernoites do primeiro final de semana da La Bella Vendemmia, de 10 a 12 de janeiro deste ano. O evento prossegue até 8 de março, nos finais de semana, de sexta a domingo. Amei o convite pela oportunidade de conhecer, de forma mais íntima, o complexo hoteleiro/turístico construído no Vale dos Vinhedos, há mais de 18 anos, pelo saudoso amigo empresário Moysés Michelon (in memoriam). Já tinha estado várias vezes no Villa Michelon, mas sempre a trabalho.

Villa Michelon (8)

A experiência da hospedagem para a La Bella Vendemmia iniciou na Casa do Filó, no final da tarde de sexta-feira, 10, junto a hospedes de vários Estados do Brasil e de uma família da Austrália, com apresentação de Eliane Michelon sobre os hábitos culturais das levas de imigrantes trentinos e vênetos que colonizaram a Serra Gaúcha, a partir de 1875. Entre eles, o do Filó, evento social   que ocorria após o término de mutirões de famílias das comunidades em torno da vindima anual (colheita de verão da safra da uva nas pequenas propriedades). A família auxiliada presenteava os vizinhos com um filó, festa regada a cuca, biscoito, salame, queijo, pão, vinho e suco de uva.

A explanação de Elaine foi seguida de visita técnica ao parreiral modelo, com colheita de uvas para o ritual da pisa (pisar as uvas dentro de uma mastela como antigamente, macerando os grãos para a elaboração do vinho). Chovia forte… mas, mesmo assim, a maioria dos hóspedes do grupo participou da colheita e da maceração das uvas, na grande tina destinada à pisa. Após, começou a festa na Casa do Filó, com lanches e pratos típicos da região, regados a suco de uva, vinho branco e vinho tinto encanados. Elaine resgatou a proposta das bebidas encanadas, a exemplo do ocorrido nas primeiras edições da Festa Nacional do Vinho (Fenavinho), na década de 60 em homenagem a seu pai, Moysés Michelon, precursor do evento que na década de 1960 projetou Bento Gonçalves como a “Capital Brasileira da Uva”, no cenário nacional. Seu Moisés, como o empresário era conhecido na comunidade, também foi um dos precursores da cadeia hoteleira do Vale dos Vinhedos. A animação musical do filó, que não poderia faltar, fica a cargo de corais e músicos da região.

Villa Michelon (1) (1)

Na manhã de sábado, acordei com os mugidos dos bois e dos terneiros, entre outros sons de animais da mini fazendinha, entrecortados pelas risadas das crianças.  No decorrer do sábado “ turistei” na estrutura do complexo, a pé, e também aproveitei a piscina e a academia. Ainda no sábado trafeguei pela RS 444 até a entrada de Santa Tereza, “ olhando como se fosse a primeira vez”.  Os morros ficam ainda mais lindos nessa época do ano, encobertos por plantações de videiras e árvores.

Adorei o Átrio, um lugar diferenciado dentro do Hotel, com espaços para circulação e integração entre os hóspedes do Villa Michelon. A Piazza dei Bambini, espaço que valoriza a cultura e proporciona às crianças uma volta divertida ao passado, também é uma atração à parte.  Equipada com brinquedos, diversos jogos, livros e lápis de cor, com a permanência de uma recreacionista que garante o conforto e segurança dos pequenos, nos feriados e finais de semana.

A suíte onde fiquei hospedada é um encanto. A forração da parede e a decoração remetem à casa da “nona”, com todo o conforto atual, entre eles uma banheira com hidromassagem. Na cabeceira da cama de casal, há uma barra de ferro muito sugestiva…

Amei a estadia… super recomendo a experiência da hospedagem.

Hotel Villa Michelon

54 2102.1800

RS 444- KM 18,9- Estrada do Vinho 

Vale dos Vinhedos- Bento Gonçalves 

reservas@villamichelon.com.br 

www.villamichelon.com.br 

Villa Michelon (3)

C:DCIM124GOPROGOPR5704.GPR

 

Villa Michelon (5)

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *