Dana_Movimento_Cria_ao_2

Projeto cultural “Dança: Movimento e Cria-ação” promove aulas para público a partir dos 15 anos

Contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, o projeto “Dança: Movimento e Cria-ação” propõe levar ao público jovem e adulto de Bento Gonçalves uma nova perspectiva na aprendizagem da dança, ofertando 40 vagas para participar de oficinas de danças de forma totalmente gratuita. As aulas começam em março de 2020 e ocorrem na Sala de Ensaio com 02 turmas para pessoas a partir de 15 anos de idade.

 

De acordo com Rosane Marchetto, proponente do projeto, “normalmente nós vemos muitos projetos voltados para crianças e adolescentes, já o público jovem e adulto fica desassistido, sobre este aspecto levantamos os questionamentos: ‘Por que não atender este público? Será que eles também não possuem certa carência? Se eles trabalham o dia todo, por que não fazer alguma atividade cultural durante seu horário de descanso? Será que estamos voltando nossos olhares apenas para uma faixa etária e estamos deixando nossos jovens adultos desassistidos?’”.

 

Com este foco, entende-se que a formação pessoal ocorra apenas na infância, e que depois de jovem e/ou adulto, o ser humano já está com seu caráter e também sua estrutura física formada, e por isso, se distancia de suas atividades lúdicas e “deve” ingressar no mercado do trabalho. Jovens dançarinos chegam aos 16 ou 18 anos e param de dançar, deixando de lado as atividades que antes faziam parte de seu cotidiano voltados ao lazer e bem estar, ou ainda, como uma profissão artística.

 

Dessa forma, “Dança: Movimento e Cria-ação” visa promover uma proposta de trabalho que contribua para o desenvolvimento artístico cultural da comunidade, realizando oficinas de Danças Acadêmicas (ballet clássico, dança contemporânea e preparação física para dança) para jovens e adultos no intuito de dar continuidade a formação de bailarinos ou mesmo iniciar adultos neste segmento artístico em nossa cidade.

 

O secretário de Cultura e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares, ressalta que “é o primeiro projeto do Edital de 2019 a ser executado e é uma alegria notar que tem uma preocupação que foca, também, um público mais maduro. Dessa forma, tem-se uma ampla contemplação que possibilita usufruir e desenvolver as práticas artísticas que por vezes, foram interrompidas”.

 

As aulas vão ocorrer no espaço cultural Sala de Ensaio que, por sua vez, oferece infraestrutura adequada para a realização do projeto como barras fixas e móveis, assoalho, linóleo e ar-condicionado, materiais imprescindíveis para a integridade física dos alunos.

Arte: Divulgação/Rosane Marchetto 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *