praça ceu

Praça CEU registrou aumento de 79,3% de alunos em suas oficinas em 2019

Em 2019 a Praça CEU registrou um aumento no número de oficinas ofertadas, totalizando 269 alunos, 79,3% em relação a 2018.  Por um período de 10 meses, foram ofertadas oficinas como Dança Urbana, Ginástica para a 3ª Idade, Artesanato em Madeira, Violão Básico, Desenho Artístico, Canto Coral, Artesanato Sustentável, Crochê e Amigurumi, Biodança, Judô, Hapkidô, Capoeira e Meditação.

A terceira Idade foi o público com a maior demanda, beneficiando-se de cursos como Informática (em parceria com a ACESSUAS), Ginástica e de trabalhos manuais como Crochê e Amigurumi e Artesanato Sustentável, totalizando 110 alunos. Igualmente, as oficinas tiveram alunos de Inclusão visando à igualdade de oportunidades e a valorização das diferenças humanas.

De acordo com a coordenadora, Patrícia Da Rold “no nosso quadro de alunos temos dois alunos com necessidades especiais que frequentaram as oficinas em 2019. O convívio com os outros alunos foi essencial para o desenvolvimento da aprendizagem de todos já que o nosso objetivo era incluí-los no núcleo artístico e esportivo. Muitos alunos vêm por indicação psicológica, pois auxilia em questões como hiperatividade ou fobia social”.

Outro fator importante a ser mencionado é a procura de vagas de alunos das três esferas da Educação: municipal, estadual e privado.  “Isso reflete uma caminhada de trabalho de qualidade, de seriedade e de respeito à proposta de oferecer cursos no contraturno, e do mesmo modo, de ampliar e ouvir a demanda das pessoas. Nesse sentido, tivemos uma procura de professores voluntários que trouxeram os cursos de Capoeira, Hapkidô e Biodança. Isso enriqueceu o nosso quadro de opções, além de integrar cada vez mais a Praça CEU junto à comunidade como um pólo difusor de cultura e esportes”, ressalta a coordenadora.

A Biblioteca da Praça CEU – Estação Cidadania também teve um acréscimo em seu acervo que soma 3.200 livros, 250 usuários inscritos e 1330 empréstimos, ao longo de 2019.

Além de seu caráter cultural, sua estrutura abriga o CRAS I, e, no seu entorno, integra juntamente a ESF Ouro Verde, CEACRI Balão Mágico (localizado no bairro Aparecida), Conselho Tutelar e escolas municipais. “Isso forma uma rede que promove um maior acompanhamento das crianças e jovens com a troca de informações, visando à diminuição da evasão escolar e o risco de envolvimento com drogas e a criminalidade”, destaca o Secretário de Cultura, Evandro Soares.

Palco de Eventos e Praça CEU na Cartografia dos Palcos

Em agosto a Praça CEU recebeu a visita técnica do Projeto Cartografia dos Palcos – Mapeamento dos Equipamentos Culturais do Rio Grande do Sul. Com financiamento do edital Pró-Cultura, da Sedac, a plataforma está online e a Praça CEU figura entre as opções que pode sediar atrações artísticas e culturais. A plataforma online se constitui como uma ferramenta de trabalho, pesquisa e articulação à disposição da comunidade artística do RS, da mesma maneira que é um espaço que fomenta e incentiva as políticas públicas para a sua conservação, ampliação e melhorias. A plataforma pode ser acessada por meio deste link: https://cartografiadospalcos.com.br/.

Para o Secretário “o equipamento cultural Praça CEU expressa uma pluralidade de usos e é uma realidade conquistada, pois diz diretamente à cidadania. É um direito social, garantido por lei, ter uma vida cultural. A Praça CEU ampliou o acesso a difusão e fruição dos bens e serviços da área juntamente com o esporte e assistência social. E isso se nota nos incentivos à leitura, sessões de cinema, eventos de Hip Hop, na valorização do aluno da 3ª Idade. E a inserção neste projeto, Cartografia dos Palcos, nos coloca no roteiro de opções de locais para sediar eventos, bem como, no âmbito estadual, quanto no nacional, formando um mapa de locais que melhor atendem os requisitos apresentado pelo projeto”.

O local ainda abrigou eventos do Dia da Mulher, Dia das Mães, Eu amo bicho, Avaliações de Saúde Bucal, sessões de cinema como o Cine Debate, Curso de Primeiros Socorros, Visita e apresentações das Oficinas no Lar do Ancião, Campanha do Agasalho (Gabinete da Primeira-dama), evento de Hip Hop Bah Tchê Tri! e a quarta edição do projeto contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura “Do livro ao rap”.

A Praça CEU

A Praça CEU – Estação Cidadania de Bento Gonçalves está se tornando cada vez mais uma referência no quesito difusor de Cultura, Esportes, Serviços Socioasistenciais e Inclusão Digital. Localizada na Rua Calisto Orestes Sganzerla, no bairro Ouro Verde, o espaço conta com uma estrutura com quadra poliesportiva coberta, pista de caminhada, academia ao ar livre, pista de skate, mini palco de apresentações, biblioteca, telecentro comunitário, salas multiuso e um Centro de Referência e Assistência Social (CRAS I).

Em 2019, a Praça CEU contou com uma reforma onde foram trocadas telhas, calhas, conservação do gesso, pintura e embelezamento do jardim e da grama, ação conjunta entre as Secretarias de Meio Ambiente e de Gestão Integrada e Mobilidade Urbana que proporcionaram mais segurança ao local. O plantio de árvores, ação esta que integra o projeto Contantes que foi contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, tornou o espaço ainda mais aconchegante para que amigos e famílias pudessem desfrutar da estrutura.

Fotos: Divulgação/Praça CEU – Estação Cidadania

praça ceu 2

praça ceu 3

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *