Coração

Por César Anderle 

Importante órgão do corpo humano que, com seu pulsar, nos faz viver a cada dia em plenitude.

Coisas simples e ao mesmo tempo complexas nos deixam numa profunda reflexão. Somos grandes e pequenos num piscar de olhos. O coração nos faz sentir Vida a cada segundo. A batida dele nos remete a pensarmos num todo. Imaginemos o trabalho intenso deste órgão, é de fundamental importância para o restante do corpo.

Como seria o nosso caminhar? Como seria a nossa mente? Como seria o nosso ser sem ele? Nada disso existiria, não é verdade?

Todos os órgãos são importantes para podermos acordar a cada manhã. Se um deles falhasse, seria difícil se levantar. Percebemos a importância do rim, das pernas, do cérebro, do pâncreas e de todos os demais. Deus realmente se faz agir em cada segundo de nossas vidas, não nos damos conta por vivermos numa frenética intensidade do dia a dia, mas como ficamos gratos à Vida que Deus nos deu. A cada inspirada é o próprio Deus que nos diz: – Vai em frente, não desista, agradeça e tenha fé, Eu estou contigo para te aliviar as preocupações e as dificuldades.

Nós como pessoas, grupos ou comunidades, não somos diferentes, precisamos um dos outros para realizar os trabalhos, buscamos o bem comum, mas só iremos alcançá-lo se entendermos o sentido da união, o sentido da empatia, se nos colocarmos no lugar do outro, assimilar as angústias, as tristezas, as preocupações, as alegrias e a felicidade do outro. Só assim poderemos, de forma plena, dizer que estamos vivenciando a Graça da Vida.

Deus nos deu inteligência, cabe a nós utilizá-la para o bem, fazer o bem sem olhar a quem.

Numa comunidade, bem como numa empresa, convivemos com muitas pessoas, com pensamentos diferentes e muitas vezes divergentes, mas quando olhamos num só destino, com um só sentido, com um só objetivo, temos grandes probabilidades de nos sentirmos valorizados e satisfeitos. Unindo várias informações, compilando dados, conseguimos discernir melhor as situações e assim tomarmos as decisões mais sensatas e coerentes. O olhar para o outro numa comunidade ou numa empresa é fundamental, pois o coletivo é que nos traz a Felicidade plena. A busca por esta plenitude passa pela quebra de alguns paradigmas, mas faz com que todos alcancem os objetivos em comum.

Somos privilegiados por estarmos todos num só barco.

areia

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *