Bento em Dança leva oficina de dança ao centro da cidade

Na tarde desta segunda-feira, a Feira do Livro parou por uma hora para assistir a uma oficina de Danças Urbanas, oferecida pelo Bento em Dança aos alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental General Bento Gonçalves da Silva. Os alunos puderam aproveitar a presença do jurado do Festival, o paulista Edson Guiu. Ele é coreógrafo e diretor do novo espetáculo do Ballet da Cidade de São Paulo especialista nas danças House e Hip Hop Dance e ministra cursos na Europa, Ásia, Estados Unidos e América do Sul.

Durante a oficina, além dos estudantes, muitas pessoas pararam para apreciar a aula e alguns se arriscaram a dar uns passos a pedido do professor. Este foi o caso de Gabriele Fernades, 12 anos, que passava pelo local com sua avó, Rose Flores, e acabou parando para aproveitar e participar da oficina. “Eu gosto muito de dança e achei muito legal a atividade que estava sendo oferecida. Para mim, a melhor parte foi ver as danças do professor”, comentou a jovem. Rose disse que foi uma ótima surpresa para o passeio em família. “Estávamos passando e resolvemos parar para ver o trabalho do professor. Minha neta adora muito dançar e nós apoiamos e incentivamos esse gosto pela dança”.

A contadora de histórias Bárbara Catarina, trabalha todos os anos animando a Feira do Livro e revela que ficou muito impressionada com aula oferecida pelo Bento em Dança. Ela considera esse tipo de ação essencial, destaca que a dança é uma arte universal. “A didática utilizada pelo professor e sua equipe, foi maravilhosa. Em poucos minutos, eles colocaram todos os alunos para dançar”, lembra.

Para Edson, foi muito bom poder interagir com as crianças de Bento Gonçalves, principalmente pelo fato de a dança transformar a vida das pessoas. “Para mim foi uma oportunidade incrível, pois a energia das crianças foi especial. A dança é essencial na educação e na formação das crianças”, finaliza o jurado do Bento em Dança.

_MG_1397

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *