balonismo

Festival de Balonismo gera impacto socioeconômico positivo em Bento Gonçalves

Ponto de referência na promoção de feiras e eventos, em enogastronomia, setor moveleiro e na abertura de novos empreendimentos, Bento Gonçalves se consolida em mais um atrativo turístico: o Festival de Balonismo. Mesmo em período de menor fluxo de visitantes, a Secretaria de Turismo investe em opções para movimentar o ramo. De 12 a 15 de setembro, o município mobilizou cerca de 20 mil pessoas, na Fundaparque.

 

“Tivemos um impacto grande de projeção do espaço para futuros eventos nacionais e internacionais. O Festival gerou uma movimentação nas receitas da Fundação. Este ano, estamos tendo o nosso melhor desempenho quando se trata de realização de eventos”, afirma o vice-presidente da Fundaparque, Gilberto Durante.

 

Segundo dados do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH) – Região Uva e Vinho, o número de ocupação aumentou consideravelmente no período. A rede hoteleira esteve 71,24% ocupada, considerando três diárias. “Foi um ótimo e encantador evento, que trouxe muita visibilidade para Bento Gonçalves, além de movimentar a economia”, frisa a diretora executiva da entidade, Marcia Ferronato.

 

De acordo com a Secretaria de Turismo, cerca de 230 pessoas se envolveram durante o evento em postos de trabalho, além do acréscimo no fluxo nas Centrais de Atendimento ao Turista (CAT’s). Dados mostram que 228 pessoas passaram apenas pelo principal CAT, na Pipa Pórtico.

 

O secretário da pasta, Rodrigo Parisotto, pontua que qualquer forma de desenvolvimento econômico requer um trabalho de planejamento consistente. “O turismo se apresenta, hoje, como um setor capaz de promover a aceleração econômica e o incremento nas áreas social, cultural e ambiental”, observa.

 

No entorno do evento há uma cadeia produtiva, desde a informação ao destino turístico. O Festival proporcionou o desenvolvimento da economia local e regional, potencializou o setor gastronômico – o que gerou renda às famílias que divulgaram o seu negócio –, fomentou a produção cultural do Município, setor de transporte, prestadores de serviços, além dos pilotos que puderam comercializar seus voos.

 

O prefeito em exercício Aido José Bertuol comemora os resultados. “Estamos satisfeitos com a repercussão que o evento causou, é benéfico em todos os âmbitos. Mais do que isso, Bento Gonçalves se torna ainda mais vitrine para a região e país como um destino turístico, de negócios e de lazer. Afinal, Bento é turismo o ano inteiro!”, enfatiza.

 

Turismo local

O turismo começa de dentro para fora. Sendo assim, Bento utiliza seus espaços públicos para alavancar o setor na cidade. A exemplo de feiras locais de artesanato, produtos coloniais, no segmento cultural, além de palestras e Fóruns, na Fundação Casa das Artes, que movimentam milhares de pessoas.

 

Conforme dados da Fundação, a Casa das Artes e Rua Coberta foram palco de 157 eventos, de janeiro a agosto deste ano.

balonismo

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *