joaquin-phoenix-coringa-cinema-4-

“Coringa” conquista o Leão de Ouro e é o grande campeão do Festival de Veneza

Um dos títulos mais aguardados do ano, “Coringa”, de Todd Phillips, foi consagrado com o Leão de Ouro de melhor filme na 76ª edição do Festival de Veneza, encerrado na noite deste sábado, 7. O longa-metragem do diretor norte-americano imagina as origens do icônico vilão das histórias em quadrinhos da DC Comics. A vitória no festival italiano alavanca o filme na corrida pelo Oscar de 2020, amparado pela elogiada performance de Joaquin Phoenix no papel-título.

“Sem Joaquin, não haveria filme”, declarou Phillips ao receber sua estatueta, no palco da Sala Grande, o principal cinema do circuito do festival italiano. “Ele é um ator destemido, tem uma bela alma. Obrigado por acreditar em mim por todos esses anos”.

“J’Accuse”, de Roman Polanski, venceu o Grande Prêmio do Júri, considerado o segundo maior prêmio. O diretor sueco Roy Andersson ganhou o Leão de Prata de Melhor Diretor por seu filme “About Endlessness”.

O júri deste ano foi liderado por Lucrecia Martel, juntamente com Mary Harron (substituindo Jennifer Kent), Piers Handling, Stacy Martin, Rodrigo Prieto, Tsukamoto Shinya e Paolo Virzi.

“Coringa” que já encantou no Festival de Veneza tem data de estreia marcada para o dia 3 de outubro no Brasil.

Sinopse de “Coringa”

Gotham City, 1981. Em meio a uma onda de violência e a uma greve dos lixeiros que deixou a cidade imunda, o candidato Thomas Wayne (Brett Cullen) promete limpar a cidade na campanha para ser o novo prefeito. É neste cenário que Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos, com um agente social o acompanhando de perto, devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens de Wall Street em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne é seu maior representante.

joaquin-phoenix-coringa-cinema-4-

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *