ética

Ética

Por César Anderle 

Vivemos um momento conturbado em nosso país, episódios negativos nos últimos anos, décadas e, porque não dizer, desde o descobrimento do nosso querido Brasil, A impressão que fica é de cada um por si e ninguém pensando para o “todo”, olhando apenas para seus próprios interesses.

Nos parece que ninguém respeita ninguém, em busca de uma satisfação pessoal. A razão de algumas pessoas extrapola o bom senso. Esta reflexão se dá em todos os níveis da sociedade, quantos cidadãos se acobertam dos maus exemplos de outros para justificarem suas atitudes antiéticas.

Entretanto, devemos pensar num primeiro momento em nossa comunidade, em nosso bairro e em nossa cidade, e aqui encontramos muitos exemplos de pessoas respeitosas e que possuem ética nas suas ações.

Mas, como somos seres inacabados e suscetíveis ao erro, infelizmente o mal, ao menos nos comentários, deixa o bem para trás. Na interpretação e nos pensamentos, as pessoas ruins se sobressaem às boas, que coisa…, isso não é verdade? Pois quem é do bem, e faz o bem, nunca é reconhecido ou muito pouco reconhecido pela sociedade. Já quem desrespeita e oprime pessoas, essas se destacam.

A mídia tem um enorme poder e trunfo em suas mãos, pois informa centenas de pessoas através de seus jornais, telejornais, redes e demais canais.

Acredito que notícias boas deveriam ser diagnosticadas, exploradas e difundidas. Só assim as coisas boas, e que são muitas, serão lidas, ouvidas e apreciadas.

A sociedade é fruto de nossas famílias e, muitas vezes, pais e mães não se dedicam a educar seus filhos, ensinando-os a serem ordenados, disciplinados e respeitosos com os outros.

Se não houver estas atitudes por parte dos pais, o jovem poderá imaginar que ele deverá se dar bem na vida, custe o que custar, e quando este jovem crescer, o pensamento não será diferente.

Princípios não se compram no mercado e nem na fruteira da esquina, mas se adquirem na família, com ensinamentos diários, com limites, regras, firmeza de conduta e exemplos dos pais.

Pode ser triste, quem em sua vida teve a ausência dos pais por algum motivo, porém, triste mesmo, é quem posterga aos professores darem esse ensinamento aos seus filhos.

Felizmente, em nosso meio, temos centenas de bons exemplos de pessoas com ética e ótima bagagem de bons comportamentos. Cabe a cada pessoa a busca destes bons exemplos, para um espelhamento positivo de atitudes, e assim nos solidificarmos como uma sociedade coerente.

Somos responsáveis pelos nossos filhos, é nosso dever sermos coerentes, honestos e com ideais sensatos. Temos obrigação de darmos exemplos positivos, motivadores e de empatia às pessoas ao nosso redor. Se não formos ouvidos, paciência, mas ao menos é necessário tentar, e se, por outro lado, não formos compreendidos, a vida mostrará a verdade.

A nós, cabe apenas aconchegar a cabeça no travesseiro e, elevando o pensamento a Deus, refletir, tendo a certeza de que tentamos, a semente foi plantada, regada e só o tempo fará brotar essa planta do bem.

A Felicidade se traduz nas boas práticas do dia a dia, somos merecedores dela, mas temos de nos alinhar na coerência das atitudes, só assim alcançaremos de fato, a alegria de ter trilhado o bom caminho.

ética

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *