Consepro

Consepro-BG articula reforço na segurança pública diante de dados alarmantes

Números do Atlas da Violência 2019 apontam Bento Gonçalves na 9ª posição entre os municípios mais violentos do RS

A divulgação do levantamento sobre a violência no Brasil – lançado pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública – ligou o sinal de alerta vermelho para Bento Gonçalves: segundo o Atlas da Violência 2019, o município ocupa a 9ª posição no Estado dentre as cidades com maior quantidade de homicídios registrados – sendo o mais violento da Serra no comparativo per capita. No total, foram 39 assassinatos para uma população de pouco mais de 115 mil habitantes – o que significa uma taxa de 33,9 mortes a cada 100 mil pessoas.

Diante de tamanha apreensão, o Conselho Municipal de Segurança Pública articula ações junto aos poderes públicos estadual e municipal que visem assegurar maior eficiência no combate à violência bento-gonçalvense. Ao governador do Estado, Eduardo Leite, o Consepro reivindicou o acréscimo de efetivo policial com os novos soldados que estão sendo formados pela Brigada Militar do RS – a fim de amparar as forças combativas e reverter o grave quadro que acomete a segurança da cidade.

Já ao lado da Prefeitura de Bento Gonçalves, a fundação capta apoio para a ampliação do projeto de cobertura eletrônica do município – medida que trará diminuição de ocorrências, otimização de tempo para os brigadianos e economia com diligências desnecessárias. Até o momento, são 30 câmeras de monitoramento espalhadas pela cidade e a instalação do Centro Integrado de Operações, que acompanha a movimentação.

Apresar do enorme esforço feito pelo conselho em captar fundos junto a empresas, entidades e comunidade, a necessidade da parceria e do auxílio do setor público se torna eminente com a revelação dos dados. “Diante da crise que ainda afeta uma parcela considerável de nossas organizações, estamos encontrando dificuldades para angariar recursos e dar continuidade aos projetos que fortaleçam a nossa segurança. Os números são alarmantes e requerem uma posição enfática e assertiva por parte das autoridades públicas. Tal cenário é inadmissível e insustentável em uma cidade de fortes vocações industriais e turísticas como é o caso de Bento Gonçalves”, reforça o presidente do Consepro-BG, José Carlos Zortea.

Ações em prol da segurança

O Consepro de Bento Gonçalves articulou valiosas alianças e iniciativas que prospectam dias melhores no panorama municipal. Com o apoio de diversas entidades locais (CIC-BG, MOVERGS, SINDIMOVEIS, SIMMME, SEGH, ASCON, APROVALE, ASCORI, SEC-BG, SINDIBENTO, SINDILOJAS e CDL-BG, entre outros parceiros), bem como do empresariado local, o Conselho colaborou com o custeio das refeições, forneceu equipamentos, móveis, eletrodomésticos e a estrutura que abrigou os soldados em seu período de formação, por exemplo.

Compartilhando a preocupação e os esforços com relação à seguridade, o Consepro investiu mais de R$ 1 milhão em ações nessa área nos últimos dois anos, e continua seu trabalho de sensibilização e mobilização da comunidade para que a população seja, também, uma aliada na luta por mais segurança pública.

Consepro

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *