Otto e Mezzo5

Rolha livre na Otto e Mezzo Pizza Verace

Por Kátia Bortolini

Pizzas e serviço ao modo napoletano são outros diferenciais do estabelecimento, em atividade há cerca de um ano e meio

Na Capital Brasileira do Vinho, a bebida derivada da uva volta e meia é tema de conversa de adulto em família. Numa dessas conversas, meu marido Sandro Vaccaro e eu comentamos sobre o sistema de rolha livre, no qual o cliente tem a liberdade de levar seu próprio vinho ao restaurante, sem ter que pagar valor adicional por garrafa ao estabelecimento, comum na Itália e em outros países produtores da bebida. Em Bento Gonçalves, o sistema está sendo adotado pela Otto e Mezzo Pizza Verace, em atividade desde abril de 2018, na rua Brasília, 364, bairro Botafogo. O local, além desse, tem outros diferenciais, sobre os quais comentaram colegas e amigos que já haviam estado na Otto e Mezzo.

Fomos recebidos na pizzaria pelo proprietário Jorge Marini, natural de Bento Gonçalves, que aos 22 anos foi morar na Itália, onde permaneceu durante 13 anos trabalhando em pizzarias e restaurantes. Ao retornar a sua cidade Natal, em 2013, Marini trouxe na bagagem a experiência adquirida em restaurantes europeus, o certificado de conclusão de curso da AVPN (Associazione Verace Pizza Napoletana) e a determinação de abrir um estabelecimento comercial diferente, concretizados na Otto e Mezzo Pizza Verace, que funciona na casa que pertenceu aos seus avós, a nonna Rosa Linda Sonaglio e o nonno Olivo Paese, onde o porão estilizado é um charme à parte.

Proposta inovadora

A inovação da pizzaria, cujo nome homenageia o famoso filme “Oito e Meio”, do cineasta italiano Federico Fellini, também se embasa na qualidade, sustentabilidade dos produtos oferecidos e confiança depositada no cliente. A massa, resultante de elaboração natural com 30 horas de fermentação, garante maciez e, especialmente, leveza à pizza, recheada com verduras e legumes orgânicos, cultivados por agricultores do município e região, além de outros ingredientes de qualidade comprovada.

Na Otto e Mezzo não há garçons. O pedido da pizza é feito na chegada, no balcão da antessala do espaço que sedia o restaurante, com capacidade para 40 pessoas, entre duas grandes mesas para serem compartilhadas e algumas mesinhas. O próprio cliente escolhe a bebida, se serve e vai anotando o que consumiu em uma caderneta sobre a mesa, para acertar na hora de ir embora. A pizzaria oferece rótulos da vinícola Peterlongo, de Garibaldi, além de cervejas artesanais e água mineral para quem optar por adquirir a bebida no local.

Comer com as mãos, à moda napolitana

Além disso, se come com as mãos, prática que adoro. Também é oferecido o suporte de prato de papel. A Otto e Mezzo recebe clientes de quarta a domingo, das 18h30min às 22h30min. Devido ao tamanho do local, é aconselhável fazer reserva, válida até às 20 horas. Super recomendo em função da proposta inovadora, da qualidade das pizzas e do ambiente, por demais aconchegante!

Outra alternativa para o cliente é fazer seu pedido no balcão e levar a pizza para comer em casa.

CARDÁPIO E VALORES

– São oito sabores de pizza no cardápio.

– Cada pizza é cortada em oito fatias, dá para dividir entre duas pessoas ou, dependendo da fome, degustar sozinho. E se sobrar algumas fatias, é só pedir para levar.

– No menu, os sabores básicos como a Marinara (R$ 29) e a Margherita (R$ 39) fazem sucesso. Simplicidade e muito sabor, com ingredientes como molho de tomate tradicional, mozzarella de búfala, manjericão e azeite de oliva extravirgem.

– A pizza Antica (R$ 44), com molho de tomate, mozzarella de búfala, parmesão, cebola roxa e salame especial, é incrivelmente deliciosa. O salame tem um sabor bem marcante, que faz toda a diferença na pizza.

– A Genovese (R$ 44), uma pizza “bianca”, ou seja, sem molho de tomate, é preparada com pesto, mozzarella de búfala, tomates cereja, azeitonas e manjericão.

Telefone: (54) 99203-3643 | Facebook/Instagram: Otto e Mezzo Pizza Verace

Fotos: Benito Rizzi

Otto e Mezzo3

Otto e Mezzo1

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *