Dani Ravizzoni (matéria mosaico)

No verde da minha alma

A cantora Dani Ravizzoni, de 21 anos, prepara o lançamento do primeiro disco com influência do folk e MPB 

Por Rodrigo De Marco 

rodrigo@integracaodaserra.com.br 

A música independente tem ganhado notoriedade nos últimos anos e, com a modernização das tecnologias, os músicos que não possuem uma gravadora encontraram um caminho fértil para compartilhar seu trabalho. Esse é o caso da jovem cantora caxiense, radicada em Garibaldi, Dani Ravizzoni, de 21 anos. Com influências da música folk de Joni Mitchell, Bob Dylan e Nick Drake, a jovem artista tem apostado no gênero que ganhou notoriedade pela voz e os acordes do próprio Bob Dylan.

Dani, que em abril lançou no YouTube o single “Fantasia”, terminou de gravar seu primeiro disco, intitulado “No Verde da Minha Alma”, que deve ser lançado entre julho e agosto deste ano.

“Eu costumo compor músicas que entram no gênero folk, mas como sou brasileira, elas acabam tendo influência e lembrando uma nova MPB voltada para o pop, principalmente pelas letras serem em português. No caso do single “Fantasia”, toda ela foi criada pensando no folk logo de início, principalmente pela letra ter referências e ter sido inspirada em histórias que remetam à uma paisagem da Idade Média, de monarquia da época e o misticismo que existia. O produtor, Nenê Fragata, entendeu e interpretou perfeitamente a ideia que eu tive ao criar a música e, assim, o arranjo foi feito pensando em instrumentos e timbres característicos do gênero”, explica.

A mescla da MPB e o folk, de acordo com Dani, estará presente no disco de estreia. “Minhas músicas e o meu primeiro disco possuem uma levada folk misturada com influências da MPB atual. O público pode esperar faixas com sensações extremamente diferentes umas das outras, porém todas com uma identidade e com algo que as une”, diz.

Desafios

Cantando desde os 10 anos, a artista lembra que fez aula em diversas escolas de música, mas foi aos 16 anos que começou a compor e a fazer aulas de canto lírico. Segundo ela, foi nessa época que decidiu seguir os estudos, cursando música na faculdade e, posteriormente, iniciando a gravação do seu trabalho autoral.

Dani não esconde a ansiedade pelo lançamento do primeiro disco.“Para os próximos meses espero ter o CD em mãos e começar a divulgá-lo com apresentações ao vivo, levando minha música também para fora das redes sociais”, projeta.

Ainda de acordo com a cantora, um dos maiores desafios na carreira do artista independente é obter o respeito e credibilidade como profissional.

“Penso que o maior desafio sempre será a dificuldade que as pessoas têm de enxergar o músico como profissional, considerar um ofício. Isso prejudica bastante na hora que queremos mostrar nosso trabalho para as pessoas, começando pelo fato de que, hoje em dia, é necessário investir bastante em divulgação nas mídias para poder atingir um público maior. E, mesmo assim, é muito difícil saber se teremos o retorno esperado ou não”, salienta.

Dani Ravizzoni (matéria mosaico)

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *