frutífera

Tratamento de Inverno em Frutíferas Temperadas

Por Melissa Maxwell Bock 

Engenheira Agrônoma Emater/RS-Ascar Pinto Bandeira 

Durante o inverno, as fruteiras de clima temperado entram no período de dormência, ocorrendo a perda total das folhas, fazendo com que a planta fique exposta. Este é o momento ideal para a realização do tratamento de inverno, a fim de diminuir a fonte de inóculo de pragas e de doenças, deixando que as plantas tenham sua sanidade assegurada no próximo ciclo.

Primeiramente é necessário eliminar todos os galhos e ramos secos, doentes e mal posicionados, bem como os ramos improdutivos através de podas. Em segundo lugar, coletar todos os frutos que ficaram no pomar e estão mumificados, bem como as folhas doentes que permanecem na planta e queimá-los e/ou enterrá-los longe dos pomares. No caso das podas é necessário proteger os cortes da entrada de microorganismos patogênicos com pasta bordalesa ou tinta plástica.

Após este processo, fazer o tratamento de inverno, aplicando produtos fungicidas/inseticidas à base de cobre e enxofre, como a Calda Bordalesa e a Calda Sulfocácica, além dos fungidas cúpricos. Porém, é necessário fazer a correta regulagem dos bicos dos pulverizadores, a fim de evitar desperdício e deposição destes produtos no solo, pois como sabemos, nossos solos estão com alto índice de cobre, o que prejudica o crescimento e desenvolvimento das plantas.

Estes tratamentos fitossanitários são as práticas mais utilizadas dentro do Manejo Integrado de Pragas e Doenças, pois além de reduzir os efeitos das moléstias, através de práticas simples e menos agressivas ao homem e ao meio ambiente, também melhoram a qualidade final do produto.

Para as recomendações de dosagem e regulagem de pulverizadores para a realização do tratamento de inverno procure um técnico.

frutífera

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *