educação

Valores

Por Ancila Dall’Onder Zat 

Professora

ancila@italnet.com.br 

O ritmo acelerado das inovações tecnológicas, aliadas ao crescente volume de informações advindas de diferentes formas, são algumas das características que impactam na educação no Século XXI. Educar é necessário, mas como?

Ouve-se, com frequência, que a educação vem “de casa”, isto é, um direito e um dever dos pais. Todavia, é milenar a prática e o desejo de passar os valores familiares aos descendentes. Entretanto, a convivência familiar de outrora permitia mais tempo dos pais com os seus filhos, situação nem sempre possível na modernidade, em que a escola dá continuidade a esse processo. Não falo do ensino, mas de valores, aprendidos pelo exemplo e pela convivência.

Piangers escreveu recentemente, em Donna ZH, sua reflexão sobre valores, ao ser perguntado sobre “Quais valores você quer passar para suas filhas?”. Explica que nem sempre se consegue o que se deseja passar, mas vale a pena tentar. Desejaria que suas filhas aprendessem o valor da vida em família e que saibam dizer “com licença, por favor e
obrigado”.

A reflexão sobre valores nos remete a valorar a vida, a convivência familiar, a saúde, o respeito às diferenças, nas formas de pensar e ser, e ao meio ambiente, o planeta, nossa casa maior. Não podemos esquecer a força da amizade que inicia na família, com os vizinhos próximos, com os colegas de escola ou de trabalho, com quem se pode dialogar, dividir preocupações e sucessos, pois nunca se está só quando se tem amigos. Mário Quintana costumava dizer que “a amizade é o amor que nunca morre”.

Quando pensamos em valores, muito poderia ser dito, entretanto, lembramos que a leitura, como disse Piangers, “talvez seja um deles”, trazendo à nossa mente a figura dos pais de família lendo para seus filhos. A reflexão em valores é um tema que não se esgota ao lembrar o amor ao trabalho, cantado em versos por Olavo Bilac, e expresso em nossa região pelo Monumento ao Imigrante. Aqui, faço um parêntese para lembrar meu ingresso na escola estadual, cujo pórtico de entrada estava e está escrito “Labor Omnia Vincit”, quando eu tentava decifrar o seu significado. Ou seja, “o trabalho sempre vence”, salientando a importância do trabalho para a sobrevivência e para a dignidade do ser humano.

Enfim, cultivar valores é educar para um mundo melhor.

educação

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *