CIC-BG defende criação de zona franca do vinho

Estar ao lado dos setores produtivos de Bento Gonçalves, representando seus interesses e trabalhando para que se tornem mais competitivos, intermediando junto a governos e entidades representativas para que suas demandas sejam atendidas, é um dos papéis centrais do Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG).

Parceiro do setor vitivinícola na busca pela redução tributária sobre seus produtos, o CIC-BG também coloca sua força representativa ao lado do segmento na construção da Zona Franca da Uva e do Vinho na Serra Gaúcha. O assunto foi debatido no último domingo (10), no Spa do Vinho, em reunião com a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do deputado gaúcho Jerônimo Goergen, que vai retomar o assunto na Casa, e lideranças do setor. “Estamos mobilizados por essa demanda, que seria um grande incentivo para aumentar a comercialização dos nossos vinhos”, disse o presidente do CIC-BG, Elton Gialdi.

A Zona Franca para Vinhos seria localizada na Serra e possibilitaria grande redução – ou, em alguns casos, até isenção – de impostos, atendendo a uma antiga reivindicação do setor, que tem alta carga tributária sobre seus produtos, onerando o vinho e dificultando sua competitividade com produtos importados. Gialdi salienta que, com os benefícios, não haveria perda para o governo. “A redução vai se transformar em mais incentivos para a produção, gerando resultados também ao governo, já que haverá fomento para toda a cadeia produtiva”, destacou o presidente do CIC-BG, salientando, ainda, a presença de Maia no encontro como de suma importância para o assunto ganhar celeridade no Parlamento.

Reuniao Miolo

Importante marco do desenvolvimento do município, o setor vitivinícola é uma expressiva força econômica, cultural e turística de Bento Gonçalves. Segundo a última revista Panorama Socioeconômico, editada pelo CIC-BG em 2018, o setor vitivinícola responde por 17,2% da indústria de Bento. A produção de uva e vinho, ainda, atrai anualmente cerca de 400 mil visitantes apenas ao Vale dos Vinhedos, conforme a Secretaria Municipal do Turismo.

A criação da Zona Franca da Uva e do Vinho na Serra Gaúcha foi proposta em projeto de lei pelo ex-deputado João Derly e envolve 23 municípios da região.

Após a reunião, Rodrigo Maia visitou a vinícola Miolo e recebeu o convite oficial para participar da abertura da ExpoBento e da Fenavinho, dia 13 de junho, no Parque de Eventos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *