Pequeno ABC Filosófico-Sentimental

Por Rogério Gava

Acampamento
A vida é um acampamento
provisório em terra desconhecida.
E nunca sabemos quando será
hora de desarmar as barracas.

Águas do absurdo
Perdendo-se o sentido,
afunda-se.

Ambiguidade
A vida é dúvida com uma certeza:
a vida termina.
A vida é certeza com uma dúvida:
a vida termina?

Algazarra na biblioteca
Da prateleira, meus livros,
silenciosos, falam sem parar

Amor …
é a primeira e única graça.

Antes de tudo
Será a morte o antes de nascer?

As aparências enganam
Ninguém é tão feliz quanto aparenta ser.

Cai o pano
Descobrir a si é descobrir-se;
ficar sem o cobertor macio da ilusão.

Canto da inquietação
Quieto no meu canto, decanto a alma.
E canto a vida.

De profundis
Para mim está resolvido: o Mistério é profundidade.
E só isso.

Diversidade
Por que o outro é semelhante se ele é tão diferente?

Dormir
Será o sono amostra grátis da morte?

Dúvida atroz
Nada sei sobre o pouco que sei.

Esperança
Há algo mais sublime do que adormecer acreditando na alvorada?

Liberdade
Só é verdadeiramente livre quem não inveja, sinceramente, aquilo de que não precisa.

Menos…
Elogios são bacanas; desde que neles não acreditemos.

Metamorfoses
Não me reconheço nos muitos que fui.

Minuto final
Na profundidade do instante me dissolverei.

Pegadas
Se quem fui tivesse deixado pegadas,
iria eu procurar quem já não sou mais?

Persona
Perceber o teatro do mundo
é a grande e maior revelação.

Poesia…
…é tudo o que rompe com a espessura do cotidiano.

Redes sociais
Nunca, em nenhum tempo da história, a solidão foi tão compartilhada.

Rir e chorar
Feliz ou triste, lágrima é sempre benção do céu.

Saturno…
… é um planeta brincando de bambolê.

Ser feliz…
…é acreditar-se não infeliz. Ser infeliz é acreditar-se não feliz.

Sopa de letrinhas
Com tão poucas letras tudo o que é palavra se faz.

Tempo verbal
Viver só se conjuga no presente.

Trabalho…
…é meio, nunca fim. Não se pode apaixonar pelo martelo.

Travessia
O que importa não é chegar; é ir.

Vida
Sequência finita, aleatória e indeterminada de agoras sem retorno.

Vil metal
A maior vantagem em ter dinheiro é não ter de pensar nele.

Viver…
… é catar morangos à beira do precipício.

Vi-ver
Não basta ver: o que importa é como vemos. E vivemos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *