Uva Bordô e suas peculiaridades

Aldacir H. Pancotto

Técnico Agrícola EMATER/RS-ASCAR Santa Tereza

A variedade Bordô, também conhecida como Ives, folha de figo e Terci, é de origem norte-americana, mais especificamente em Ohio, nos Estados Unidos. Pertence à família Vitis americana, também conhecida como vitis labrusca. Com importância comercial apenas no Brasil, foi introduzida em 1904, procedente de Portugal.

Cultivar muito rústica, resistente a doenças fúngicas e de vigor médio, é normalmente propagada por estaquia “pé franco”. Além destas, apresenta características peculiares como fitotoxidade a fungicidas ditiocarbamatos e outros e plantas improdutivas (machos, machoras).

A fitotoxidade destes produtos deve-se à sensibilidade da planta ao enxofre, componente dos grupos químicos: Mancozeb, Propineb, Metiram, Maneb, Tiofanato Metílico, Captam e outros. É preferível não tratar a planta do que usar estes fungicidas, particularmente os de números mais elevados de moléculas de enxofre.

Os principais sintomas da cultivar a produtos com bases sulfurosas são: amarelecimento foliar intenso, morte dos meristemas apicais, parada de crescimento das folhas e ramos e definhamento da planta, podendo levar à morte.

Quanto a ocorrência de plantas improdutivas, embora apresentando florescimento, a teoria mais aceita é de que, por condicionante genético, na antese (abertura das flores) ocorre dicogamia, ou seja, maturação do androceu (órgão masculino da flor) e gineceu (órgão feminino da flor) em tempos diferentes, impossibilitando a fecundação e, consequentemente, a produção de sementes, o que inviabiliza o pagamento das bagas.

O principal fator responsável pela sua expansão é sua fácil adaptação a diversas condições climáticas. Além disso, tem boa produtividade e resistência natural a algumas doenças que assolam a viticultura, o que a torna fácil de ser cultivada.

Por ter um sabor amargo e intenso, é bastante incomum o consumo desta fruta in natura, motivo pelo qual é difícil encontrá-la em feiras e mercados.

Sua utilização aqui no país está mais relacionada à produção de sucos e de vinhos de mesa. Mas por causa de seus benefícios à saúde, estuda-se a possibilidade de ampliar seus campos de utilização. Médicos e nutricionistas têm indicado o consumo diário de um copo de suco de uva tinta integral, visando o fortalecimento do sistema cardiovascular.

Medidas para reduzir ocorrências de plantas improdutivas:

Produzir mudas na propriedade a partir de plantas produtivas;

Selecionar as plantas matrizes durante o ciclo produtivo;

Enxertar ou substituir as plantas improdutivas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *