Feira do Livro de Bento: A Literatura Conecta

33ª edição da Feira do Livro de Bento acontece em outubro, na Via del Vino

A 33ª edição da Feira do Livro de Bento Gonçalves ocorre de 10 a 21 de outubro deste ano, na Via del Vino, centro da cidade, com o tema “Influência digital para compartilhar a Literatura” e o slogan “A Literatura Conecta”. O patrono é o escritor Pedro Guerra, de Caxias do Sul, e o homenageado é o jornalista, escritor e fotógrafo Fabiano Mazzotti, de Bento Gonçalves. A identidade visual da 33ª Feira do Livro foi criada por estudantes do curso de Design da UCS, orientados pela professora Aline Fagundes.

Pela primeira vez patrono de uma Feira do Livro, Pedro Guerra celebrou a indicação. “Por incrível que pareça posso ser escritor, mas não escrevi nada para esse momento. Eu gosto de sentir as coisas, gosto de sentir o momento. O Fabiano e eu vamos fazer o esforço para fazer uma feira bonita, cheia de histórias e com muito amor”, ressalta Guerra.

Já Mazzotti salienta que ficou surpreso com a indicação. “Nunca me passou pela cabeça receber tal honraria. Interpreto como grande incentivo para continuar organizando livros que enaltecem o nosso território. Espero retribuir à comunidade a escolha feita pelos responsáveis pela Feira do Livro de Bento Gonçalves. É uma profunda alegria receber essa homenagem”, acrescenta ele.

O secretário da Cultura e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares, salienta que todo o escritor “tem a missão de contar uma história. Ele acrescenta que Fabiano Mazzotti cumpre essa missão de forma dupla: escrevendo e fotografando. “A fotografia também é uma narrativa. E nessa simbiose, ele retrata nossa cidade ou a Amazônia, aliando a força da palavra com a beleza das imagens”, complementa.

Feira do Livro - Patrono e Homenageado

O homenageado

Fabiano Mazzotti é autor dos livros “Bento Gonçalves em foto e poesia”, com poesias de Pedro Júnior da Fontoura; “Amém, Bento Gonçalves – Igrejas e capelas desta terra”; “Aristides Bertuol – O piloto da carretera nº 4”; “Amazônia – Terras d’água”, com poemas de Marli Tasca Marangoni. Também participou como fotógrafo em títulos como “Memórias do Vinho Gaúcho”, Paisagens do Vinhedo Riograndense”, “Passo Velho – A história da colonização de Bento Gonçalves” e “Este chão é Bento”.

O patrono

Pedro Guerra é um escritor nascido em Caxias do Sul. Aos 26 anos, Pedro já publicou cinco livros e ganhou diversos prêmios literários. Atualmente, dedica-se ao trabalho de formação de leitores dentro das escolas do Rio Grande do Sul, a partir da adoção dos seus livros e escreve quinzenalmente para o jornal Pioneiro.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *