Prefeitura abre consulta pública para projeto da usina de resíduos sólidos

Mais uma etapa para construção da Usina de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) foi concretizada. No último dia 7 de junho, o prefeito Guilherme Pasin assinou a abertura de Consulta Pública do projeto, que teve seu edital estruturado. O ato foi acompanhado pelo vice-presidente da Câmara de Vereadores, Eduardo Viríssimo, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Sílvio Bertolini Pasin, e adjunto da pasta, Wagner Melo.

Após análise das propostas apresentadas pelos candidatos, o projeto foi formatado no modelo de usina de pirólise. Ainda em junho, será realizada a consulta e uma audiência pública para que a população possa se manifestar e opinar sobre o assunto.

De acordo com o Secretário, o empreendimento contribuirá para a geração de novas oportunidades de trabalho e para o desenvolvimento de tecnologias eficientes. “Estamos felizes por esta iniciativa pioneira estar cada vez mais próxima de se tornar realidade. A usina será um divisor de águas na questão de sustentabilidade, pois irá tratar e eliminar os resíduos sólidos urbanos, e de maneira limpa, transformar esta matéria-prima em energia. Estamos falando de um empreendimento que trará benefícios para a população, e também para a economia do nosso município”, salienta Pasin.

IMG_3187 2

 O vereador Eduardo Viríssimo parabenizou a Administração Municipal pelo pioneirismo. “Essa inovação trará benefícios não só para Bento, mas para toda região. Muitas pessoas esperam a conclusão deste projeto para poder dar encaminhamento em seus municípios”, disse.

A fase seguinte será a finalização do edital, a partir das sugestões apontadas, para que o documento possa ser lançado ainda em julho e depois do processo licitatório, a empresa que irá executar o projeto seja escolhida.

O prefeito Guilherme Pasin enfatizou todo o processo de formatação da proposta em uma Parceria Público-Privada (PPP). “Todo projeto pioneiro é desafiador, envolvente, e muitas vezes dá insegurança. Mas, a equipe do desenvolvimento está se cercando de todas as normas e caminhos para realização de uma PPP. Por isso, assino hoje mais essa etapa. Mais esse passo para fazermos história”.

A empresa terá de oito a 12 meses para concluir a obra. A previsão de inauguração do empreendimento é para o primeiro semestre de 2019.

Créditos foto: Laura Kirchhof
0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *