Consepro comemora mais uma conquista de segurança pública para Bento Gonçalves

Município é o primeiro do RS a contar com sistema integrado entre forças de segurança

Com pioneirismo no Rio Grande do Sul, Bento Gonçalves passa a contar com a Central de Atendimento e Despacho (Sinesp Cad), disponibilizada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), por meio do Sistema Nacional de Informações de Segurança. O software, que não gera custos ao Estado, iniciou o funcionamento na última terça-feira, 08 de maio, quando foi instalado em computadores no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) do 3º Batalhão de Policiamento em Área Turística de Bento Gonçalves (3º BPAT). O lançamento, realizado no 3º BPAT, contou com a participação de líderes locais e autoridades políticas e das forças de segurança.

A proposta é integrar os órgãos de segurança para um atendimento mais rápido, qualificado e eficaz para a população. A partir de agora, com o Sinesp, é possível compartilhar as ocorrências registradas e atendidas na central com outros órgãos de segurança – como Bombeiros, Batalhões Rodoviários e Polícias Civil e Federal, por exemplo. O presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública (Consepro), Laércio Pompermayer, comemora a eficiência e agilidade proporcionadas pela solução. “Estamos todos os dias envolvidos com os desafios relacionados à esfera da segurança pública em nosso município, e é com grande orgulho que nossa entidade compartilha uma conquista tão importante para Bento Gonçalves. Esse grande avanço é fruto de muito trabalho na construção de alianças em favor da comunidade – uma soma de esforços entre entidades, iniciativa privada e poder público que, felizmente, vem trazendo excelentes retornos”, avalia.

De acordo com o comandante do 3º BPAT, major Álvaro Martinelli, o Sinesp irá colaborar para a excelência na prestação de serviços de segurança no município. “Não foi uma tarefa fácil, mas conseguimos com que Bento Gonçalves fosse um projeto piloto dentro da secretaria de segurança publica e das instituições policiais. O que nos capacitou no Rio Grande do Sul foi um trabalho iniciado vários anos atrás e continuado com o apoio da comunidade e das forças unidas, que foi a implantação do nosso centro integrado de operações. A partir desses importantes recursos que estão sendo disponibilizados, vamos conseguir integrar todas as forças de segurança pública do município com o objetivo de prestarmos uma melhor atividade para as pessoas”, resumiu Martinelli em sua fala.

O major José Luiz de Medeiros, da Senasp, destacou as principais funcionalidades da ferramenta, como economia e otimização de viaturas e de pessoal. “A Central de Atendimento de Despacho sistematiza todo o atendimento ao cidadão com a distribuição do incidente para as corporações e, a partir daí, o gerenciamento das ocorrências operacionais. O diferencial do Sinesp é que pode ser utilizado mono e multiagência. Além disso, a ferramenta está preparada para fazer a gestão de equipes de serviços e viaturas. Independentemente de as corporações estarem fisicamente integradas, virtualmente elas se comunicam, podendo solicitar apoio, ou seja, dentro da própria solução é possível enviar solicitação de apoio, transferência de incidente, alertas gerais e outras funcionalidades”, explicou.

Mais um recurso importante do programa é o acesso ao banco de dados nacional abastecido por outros nove estados brasileiros que já utilizam o mesmo sistema. São eles: Acre, Amapá, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. A solução também permite integração com câmeras de segurança de propriedades privadas, ampliando o acesso das forças de segurança às ocorrências das ruas, e consulta a informações de cadastro, de modo que durante o preenchimento de um formulário de ocorrência, é possível consultar se o indivíduo possui mandado de prisão, bem como situação de um veículo envolvido em acidente. Diversas outras possibilidades do software garantirão maior agilidade e assertividade ao trabalho das forças de segurança municipais.

Crédito: Exata Comunicação

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *