De Mostra do Mobiliário a Movelsul, feira alavancou o crescimento do setor moveleiro em Bento Gonçalves

MOVELSUL BRASIL 2018

Feira alavanca o setor moveleiro nacional

Por Kátia Bortolini e Natália Zucchi

Na metade da década de 50, Bento Gonçalves começou a fabricar móveis tubulares cromados em série, mudando o perfil econômico e social do município. A precursora do produto foi a Barzenski Móveis, fundada em 1955, seguida pela Pozza Indústria de Móveis, fundada em 1963. Em poucos anos o setor moveleiro se tornou a principal atividade econômica da cidade, superando o setor vinícola. Em 1973, foi criada a Associação Profissional das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves. Em 1977, a Associação passou a ser o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), que assumiu a promoção da feira.

D3X_G101517

A primeira edição, denominada Mostra do Mobiliário, ocorreu em 1977, com 24 empresas expositoras, como evento paralelo à 3ª edição da Festa Nacional do Vinho (Fenavinho). A denominação mudou para Movelsul na 6ª edição da feira, ocorrida em 1988, sob a presidência do empresário Dorvalino Pozza (in memoriam), com mais de 100 expositores. A mudança, divulgada por uma campanha publicitária com várias peças, incluindo um jingle até hoje lembrado por muitos, rendeu visibilidade nacional e muitos visitantes, uma vez que a exposição era aberta ao público em geral.

D3X_G101126

Outra inovação ocorrida na edição de 1988 foi a primeira edição do Prêmio Salão Design, que comemora agora 30 anos nesta edição da feira, fomentando o design como diferencial competitivo para a indústria moveleira. A internacionalização da feira consolida-se em 2000, quando acontece a primeira edição do Projeto Comprador. Atualmente, o polo moveleiro de Bento Gonçalves é formado por 300 indústrias que respondem por 41% da economia do município. Além disso, é o maior do Brasil em número de peças produzidas (IEMI). Em 2016, as indústrias moveleiras locais faturaram R$ 1,81 bilhão. Dentro da indústria de transformação, esse segmento é o que mais emprega em Bento Gonçalves, que tem 114 mil habitantes (IBGE, 2016).

Movelsul 1977 (1)

AF_linha_do_tempo_MOVELSUL

26ª edição reúne 246 expositores

A 26ª edição da Movelsul Brasil, que ocorre de 12 a 15 deste mês, das 12 às 20 horas, na Fundaparque, sob a presidência do empresário Edson Pellicioli, será focada na diversidade e inovação do mobiliário. Serão 246 expositores, entre os segmentos de escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, eletros, copas, salas de jantar e estar, tapetes, estofados e colchões, apresentando suas novidades para um público estimado em cerca de 30 mil visitantes profissionais de 50 países. O evento é voltado para lojistas, representantes, arquitetos, designers, decoradores, importadores e jornalistas. A entrada é gratuita para pessoas credenciadas. Na edição de 2016, a Movelsul Brasil recebeu 29 mil visitantes profissionais de 48 países.

#Fórum Movelsul

A geração de conhecimento para a cadeia moveleira terá destaque na feira com a realização do Fórum Movelsul. Na programação do evento, palestras sobre o tema A reinvenção do varejo – Consumo all line, nos dias 13, 14 e 15 de março, das 9h30min às 12horas, no Centro Empresarial Bento Gonçalves (acesso pelo Parque de Eventos). Serão duas palestras por dia, com vagas limitadas e inscrições gratuitas, que poderão ser feitas pelo site da feira. Os palestrantes serão Alberto Serrentino, vice-presidente e membro do conselho deliberativo da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo); Ricardo Martinez Finger, da Netshoes México; Salvatore Figliuzzi, designer alemão da Interprint; Felipe Pojo, da IBM Watson; Francisco Lumertz, da Selcon RH, e Fabio Freitas Jacques.

salao-design-11

30 anos do Salão Design

O Prêmio Salão Design, maior premiação de design de produto da América Latina, apresentará os projetos finalistas e vencedores dessa edição, que marca os 30 anos de realização pelo Sindmóveis Bento Gonçalves. Destaque nesse ano para mudanças no regulamento. Em lugar das tradicio – nais categorias, serão concedidas premiações para primeiro, segundo e terceiro lugares para cada uma das modalidades – Estudante, Profissional e Indústria/Varejo. Haverá, ainda, três superprêmios para os melhores produtos da edição. Diariamente, o estande do Prêmio Salão Design também terá talks sobre design e inovação. O patrocínio é da Berneck e da Interprint.

movelsul2

Projeto Comprador

Apostando no otimismo do setor moveleiro em relação ao mercado internacional, a Movelsul Brasil 2018 vai sediar a maior edição de Projeto Comprador. Serão 50 lojistas e distribuidores estrangeiros convidados a negociar com 145 participantes, entre indústrias e designers brasileiros, em rodadas durante a feira. A ação tem apoio da Apex-Brasil por meio dos projetos setoriais Brazilian Furniture, da Abi – móvel, e Raiz, do Sindmóveis.

movelsul1

Projeto Varejo

Durante a feira, cerca de 50 empresas farão lançamen – tos de produtos assinados por designers, criados para aten – der demandas específicas do varejo nacional. A equipe do Sindmóveis fez uma pesquisa qualitativa para avaliar tipos de produtos, demandas de inovação e apelo de vendas com as principais redes de lojas clientes da indústria move – leira participantes da Movelsul Brasil.

Com a palavra, o empresário Edson Peliciolli, presidente da Movelsul 2018

Qual é expectativa em relação ao Projeto Varejo, preparado pelo Sindmóveis para essa edição da feira?

É a melhor possível. De forma geral, as empresas vêm para a feira com lançamentos adaptados ao cenário econômico e seu perfil de atuação no mercado. O ganho do Projeto Varejo é o de ter desafiado a indústria a criar produtos inéditos para o mercado nacional, com base num briefing transmitido pelos próprios lojistas a partir de uma pesquisa qualitativa conduzida pelo Sindmóveis. Esses lançamentos têm design agregado, pois uma das regras do projeto é que as peças sejam assinadas. Eles são a surpresa dessa edição da feira. É justamente a partir dessa proposta de aliar inovação e design que o Sindmóveis e a Movelsul 2018 querem gerar mais negócios para a indústria.

Qual é a importância do design no atual cenário de mercado?

As empresas que vinham investindo em design e inovação atravessaram de forma mais tranquila os últimos anos de crise econômica e política do Brasil, pois conseguiram captar melhor os nichos e tendências de mercado. 2018 é um ano decisivo para a retomada do crescimento das empresas e do polo moveleiro. O Sindmóveis, como entidade que representa e defende os interesses desse polo, já está diante do seu grande desafio no ano, que é a realização dessa edição da Movelsul Brasil, carregada de expectativas, tanto por parte dos expositores quanto visitantes. Todos esperam que a feira seja a virada da indústria moveleira.

Edson Pelicioli

Os negócios firmados dentro da feira, como no Projeto Comprador, costumam se tornar clientes fidelizados para as empresas nos anos seguintes?

Sim, para aquelas empresas que têm planejamento e estratégia consolidados de internacionalização, e também investimento em design, inovação e marca. Existe um grande potencial no qual as exportações brasileiras ainda têm muito espaço para crescer. Mas existem exigências no que se refere a maior preparação e investimento para realizar negócios no mercado internacional, muito em função da alta concorrência e exigência de competitividade.

Qual é a porcentagem de negócios gerados para exportação?

Ainda é muito baixa mas, aos poucos, a presença internacional vem se fortalecendo. Isso é de suma importância, pois acreditamos que a integração com o mercado internacional é essencial para a sustentabilidade dos negócios no próprio mercado doméstico, ampliando a competitividade global, além do desenvolvimento da cadeia moveleira como um todo.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *