Hospital Tacchini disponibiliza alojamento para familiares de pacientes internados nas UTI’s

Desde novembro, o Hospital Tacchini em Bento Gonçalves está disponibilizando um espaço diferenciado aos familiares de pacientes internados nas UTI’s (Adulto, Pediátrica e Neonatal) através do SUS e que residem em outros municípios, não tendo condições de arcar com despesas de hospedagem.

É o caso do construtor Vanderlei Facchi e da industriária Elisângela Borges Correia, oriundos de Passo Fundo e de São Leopoldo respectivamente. Ambos estão acompanhando o tratamento de seus familiares no Hospital Tacchini. Vanderlei conta que nunca tinha vindo a Bento Gonçalves e que a oferta do alojamento é uma preocupação a menos para ele. “Neste momento a gente fica angustiado. Tendo um espaço como este, pelo menos podemos relaxar, descansar e sem ter custo adicional. Fiquei admirado”, relata. Para Elisângela, que acompanha o tratamento do seu esposo, a admiração foi ainda maior. “Além de ter um espaço onde ficar para dormir, tomar banho e descansar, tenho recebido excelente atendimento de todos. Não bastasse isso, quando fiquei sabendo que ele seria transferido para Bento Gonçalves, temi pelo pior, pois sempre ouve-se falar que o ideal é enviar os pacientes para hospitais de cidades maiores. Não conhecia o Tacchini e fiquei satisfeita com tudo que encontrei por aqui”, reconhece.

noticias

Situado no prédio ao lado da guarita, o espaço foi idealizado pelo Comitê de Satisfação do Cliente, atendendo à sugestões dos usuários. O alojamento conta com armários, sofás-cama, banheiros e estrutura para que os acompanhantes possam até lavar suas roupas. Todos podem permanecer no alojamento durante o período em que o paciente estiver internado na UTI.

 Apoio das equipes de Enfermagem e do Serviço Social

Ao serem transferidos de seus municípios para o Hospital Tacchini, os pacientes recebem o cuidado das equipes multiprofissionais que atuam nas UTI’s. Já os seus parentes, na maioria das vezes, não tem nenhum conhecido e/ou parente que resida na cidade, nem condições de hospedar-se em hotéis ou pousadas. Nesta hora, as assistentes sociais atuam de modo a acolher as famílias, minimizando a angústia e aflição vivida no momento, bem como realizando articulação com a rede de serviços dos municípios de origem. Quando as mesmas chegam ao Hospital durante o final de semana, o acolhimento é feito pelas Líderes de Enfermagem.

Todos os familiares recebem informações sobre as normas e rotinas do alojamento, são cadastrados e identificados com crachá e o controle do serviço é feito pelos Atendentes de Portaria junto com o Serviço Social.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *