7aab2e1f-d843-4bd5-bd88-03f1da2deeab

Em 2017 SMED investiu R$ 2,2 mil em alimentação escolar

Em média, 2.500 refeições foram servidas nos educandários

No ano de 2017, foram servidas, em média, 280.000 refeições por mês, nas escolas de Educação Infantil, de Ensino Fundamental e Médio e Entidades Filantrópicas. Foram utilizados aproximadamente R$ 2.250.000,00 para aquisição dos gêneros da alimentação escolar, sendo R$ 1.100.000,00 de Recursos Municipais e R$ 1.018.964,00  do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Governo Federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Dos recursos provenientes do FNDE, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) deveria investir o mínimo de 30% do valor para aquisição de produtos da Agricultura Familiar. No entanto, em 2017, cerca de 95% do valor recebido foi utilizado para aquisição de produtos alimentícios das 50 famílias cadastradas na Associação de Agricultores Familiares de Bento Gonçalves. A Secretaria de Agricultura intermedia o contato dos agricultores com a SMED e as escolas. Cerca de 82% dos alimentos que compõem o cardápio nas escolas são oriundos da agricultura familiar.

LEIA TAMBÉM: Após recorde de 2017, safra da uva deverá ficar dentro da média histórica  

A valorização da agricultura familiar do município, somados ao trabalho realizado pelos setores de nutrição e pedagógico da secretaria, com projetos, formações dos profissionais envolvidos com a merenda escolar, dos professores e o trabalho realizado com os alunos, resultou na premiação de Bento Gonçalves com o 2º Concurso de Boas Práticas de Agricultura Familiar para a Alimentação escolar, promovido pelo FNDE.

Ainda, como demonstração da importância dada à merenda escolar, no ano de 2017 a merendeira Daniela Felizardo, da EMI Feliz da Vida, obteve primeiro lugar da Região Sul, com a receita Polenteca, no 2º Concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar.

No mês de agosto, o Setor de Nutrição da SMED recebeu a visita do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar (CECANE/ UFRGS) entidade veiculada ao FNDE, visando o aprimoramento da operacionalização do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

SAIBA MAIS: Quíntuplas de Santa Catarina

Segundo a secretária adjunta de Educação, Adriane Zorzi, “Bento Gonçalves obteve o reconhecimento do FNDE por atingir, ao longo dos anos, os critérios estabelecidos pelo programa refletindo de forma positiva, pois o investimento na merenda escolar, nas capacitações dos profissionais envolvidos, bem como, nas estratégias de educação nutricional obtiveram resultados além das expectativas no estado nutricional e nos hábitos alimentares das crianças, ampliando essa educação para suas famílias.”

IMG_3354

Todo esse trabalho acontece contando com valorosas parcerias como com Associação dos Agricultores Familiares, EMATER, Faculdade Cenecista, o Instituto Federal do Rio Grande Do Sul (IFRS) e outros profissionais e entidades que colaboraram na realização dos cursos de “Qualificação no Preparo de Alimentos para Alimentação Escolar” e “Boas Práticas para Serviços de Alimentação”, onde foram capacitadas merendeiras, direção e membros do Conselho de alimentação escolar e outras atividades.

VEJA TAMBÉM: Calendário de Pagamento do PIS/PASEP para pessoas com mais de 60 anos

SAIBA MAIS: IPVA – veja orientações de como pagar

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *