Hotel Villa Michelon promoverá a 2ª edição do La Bella Vendemmia

O início da colheita da uva na Serra Gaúcha é sempre motivo de festa, de celebração. E disso o Hotel Villa Michelon entende muito bem. O estabelecimento, que há mais de dez safras integra hóspedes no período da colheita da uva no Vale dos Vinhedos, vai sediar a abertura oficial da Vindima 2018 no roteiro turístico, no próximo dia 28 de janeiro, a partir das 17 horas. Além disso, o hotel promoverá a 2ª edição da La Bella Vendemmia, nas sextas-feiras compreendidas entre 12 de janeiro a 18 de março de 2018, a partir das 17 horas.

LEIA TAMBÉM: A cada nova vindima, Bento e região recebem mais turistas

Na La Bella Vendemmia, o Villa Michelon se transformará num palco onde a colheita da uva será a protagonista. Na programação do evento, que ocorre no complexo do hotel, os hóspedes conhecerão um pouco da história da região que se tornou o principal roteiro enoturístico do Brasil. Eles também participarão da colheita de uvas no Parreiral Modelo, entre outras programações, como a da Casa do Filó, com degustações de pão caseiro, copa, queijo, salame, vinhos e suco de uva, ao som de cantorias italianas da época da imigração.

26165917_1584127661645575_3081860842883128852_n

VEJA TAMBÉM: Conheça harmonizações de vinhos ideais para o seu churrasco

Atrativos culturais

A infraestrutura do Villa Michelon oferece ainda como atrativo cultural aos hóspedes o Memorial do Vinho, com acervo de peças preservadas pelos descendentes dos imigrantes, contemporizadas em uma linha do tempo. Com esses objetos, textos, fotos e mapas é possível acompanhar a evolução das técnicas empregadas no cultivo das uvas e na elaboração do vinho numa concepção museóloga e museógrafa. O acervo se estende até a Casa do Filó, um centro de lazer e convivência onde as pessoas poderão visualizar a caminhada da fé dos imigrantes, assim como o cotidiano e as atividades da comunidade.

26168363_1586015971456744_8953214437981481877_n

LEIA MAIS: Após recorde de 2017, safra da uva deverá ficar dentro da média histórica  

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *