Entre Tópicos

BentoCIDADE INDUSTRIAL

O município de Bento Gonçalves, como qualquer outro do país e do mundo, tem seus pontos positivos e negativos. A ação do voluntariado e os projetos sociais existentes na cidade em prol dos menos favorecidos é um traço positivo e marcante da comunidade. A matéria de capa desta edição confirma a observação. Mais de 2.500 pessoas, entre jovens e adolescentes, tem acesso gratuito à prática de várias atividades esportivas e culturais.  Providenciais essas oficinas porque esta é uma cidade industrial, de muito trabalho, com jovens impedidos por força de lei federal a trabalhar antes dos 16 anos, salvo raras exceções, como o Programa Jovem Aprendiz, do Senai.

Na minha época de adolescência não havia nada disso.  A prática de esportes era restrita a aulas de educação física e a participação em competições entre escolas locais, como a dos Jogos da Primavera. Muitas vezes ficávamos sem ter o que fazer no contraturno escolar. No verão, o cenário mudava com a abertura da temporada de piscinas. Morava no centro da cidade e frequentava a piscina do Clube Aliança, onde cedo aprendi a nadar com a ajuda dos mais velhos. Também aprendi a jogar pingue-pongue nos finais de tarde, após muito sol e água. Tentei aprender a jogar tênis, sem sucesso, penso que por falta de instrutores. Se fosse hoje, ficaria encantada com as várias oportunidades oferecidas, tanto em esportes como em artes e, com certeza, participaria de várias.  Como a maioria das crianças e adolescentes, sobrava fôlego e disposição.

VEREADORES MIRINS E RAIO X DIGITAL

O poder legislativo de Bento Gonçalves entregou diplomas aos Vereadores Mirins no último dia 10, em sessão ordinária simulada. Parabéns pela iniciativa, que incentiva jovens com potencial a se envolverem com a política, que, se bem praticada, é uma arte.

Já a Secretária Municipal de Saúde inaugurou na UPA, também nessa semana, o laboratório de Raio X digital. O equipamento, com certeza, vai ajudar a qualificar o atendimento.

Foto: Divulgação

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *