Projeto Jiu-jitsu para todos atende cerca de 600 crianças e jovens

jiujtisuCom 9 anos de atividades o projeto pretende ampliar para 800 abrangidos

O projeto Jiu-jitsu Para Todos completa 9 anos atendendo cerca de 600 crianças em Bento Gonçalves. As atividades do projeto ocorrem no contra turno, buscando ampliar a jornada escolar, visando assegurar o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

De acordo com o vereador e mestre em artes marciais, Eduardo Viríssimo, o objetivo é ampliar o programa, com o atendimento a pelo menos 800 jovens e crianças. “Considero este projeto altamente positivo, pois as aulas trazem disciplina, concentração, possibilitando mudanças no comportamento social e também na relação com a família. Trabalhamos a defesa pessoal, a autoconfiança e afastamos o bulling”, salienta.

Em parceria com a Prefeitura, neste primeiro mês de atividades em 2017, estão sendo atendidas 577 crianças de 3 a 14 anos. Os locais que recebem o projeto são a Escola Imaculada Conceição, os Ceacris Balão Mágico, Carrosel da Esperança, Toquinha da Amizade, a Escola Maria Benini, o CECI e o Ceacri Sest/Senat. As aulas são ministradas pela professora de educação física, cedida pelo município, faixa roxa de jiu-jitsu, Lisiane Bringhenti Brandelli.

Para a professora, o esporte é fundamental para auxiliar na formação do caráter. “Nossa missão é passar os valores esquecidos, o respeito, a importância da higiene pessoal e o cuidado com o kimono e a faixa por exemplo. É através disso, e das artes marciais, que eles aprendem os limites e conseguimos ajudá-los a canalizar e dar um rumo à energia que eles têm”, afirma Lisiane.

 

Foto: Arquivo/ Lisiane Bringhenti

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *