Bento Gonçalves conquista 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais

O evento é gratuito para servidores públicos. Inscrições já estão abertas

produto_58f7a0de8eeb9434144980bb6eb0cefb5f20af4cbcf4181055eb06Em agosto, Bento Gonçalves será o ponto de encontro de prefeitos, gestores e vereadores que buscam informatizar a gestão e inovar em suas localidades através do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação. O município da Serra Gaúcha será a sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura, nos dias 10 e 11.

O evento, gratuito para servidores públicos, é o maior do gênero direcionado para pequenos e médios municípios, por tratar de iniciativas, soluções e modelos aplicáveis nestas localidades, além de aproximar gestores da iniciativa privada interessada neste mercado desatendido pelas gigantes das telecomunicações. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site http://redecidadedigital.com.br/.

O diretor da RCD, José Marinho, explica que o Congresso tem como objetivo principal promover a troca de experiência entre os gestores e levar informações sobre os impactos positivos ao se investir em tecnologia, facilitando o planejamento dos municípios. “A tecnologia é transversal no setor público e precisa ser incorporada no planejamento estratégico das cidades que pensam em desenvolvimento, ser mais eficientes e conectadas, incluindo o cidadão no processo de gestão”, destaca.

O diretor da Coordenadoria de Tecnologia de Informação e Comunicação, Roberto Carraro, ressalta os benefícios que a rede digital traz à população. “Esta é uma grande oportunidade para a comunidade de Bento Gonçalves e dos municípios vizinhos conhecerem o que é feito em nossa cidade em áreas digitais, e  o que há de melhor em tecnologia para desenvolvimento e melhora dos serviços junto às cidades. Benefícios nas áreas de educação, serviços públicos, empregabilidade, empreendedorismo e compartilhamento de informações passam a fazer parte de modo constante da vida de todos”, salienta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *