Bento Gonçalves: palestra “Na Cabeceira da Mesa” incentiva o protagonismo feminino

unnamedBento Gonçalves recebe a palestra “Na Cabeceira da Mesa: Mulheres Felizes Valorizam suas Conquistas”, com a jornalista Marciele Scarton, que incentiva o protagonismo feminino ao evidenciar os avanços conquistados pelas mulheres. O evento acontece dia 16 de março, às 19h30, no Teatro do Sesc Bento Gonçalves (Av. Cândido Costa, 88, Centro).

Os ingressos estão à venda no Sesc e têm valor de R$ 10 para comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, estudantes, idosos e classe artística; R$ 15 para empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac; e R$ 20 para o público em geral.

A cabeceira da mesa ilustra o empoderamento das mulheres, mostrando que, diferentemente de outras épocas, elas ocupam lugar de destaque, são líderes e têm autonomia em suas escolhas, decisões e atitudes. Um posto que  evidencia como a mulher atual chegou ao topo, na comparação com as mulheres de um passado recente,  instigando-a  a pensar no que deseja e almeja para a sua vida.

  Ao revisitar as histórias das mulheres do passado – a palestra é inspirada no Livro Mulheres do Interior (2013), do qual a palestrante é coautora –  Marciele propõe à plateia a valorização de sete importantes conquistas femininas, que vão do direito de desejar e agir conforme suas vontades, ao direito de encontrar o equilíbrio, passando pelo direito à independência, sendo protagonistas no mercado de trabalho. A apresentação também aborda a praticidade da vida moderna, a importância da vaidade e o direito de praticar a sua espiritualidade sem imposições.

“O objetivo é que a plateia reflita sobre a importância de uma série de direitos que foram conquistados e fazem parte da vida das mulheres nos últimos cem anos, aspectos hoje tão incorporados em nossa rotina, que deixamos de dar a eles a devida importância. Valorizar essas conquistas, priorizá-las e praticá-las todo dia é fundamental para a nossa felicidade, além de ser a chave para minimizar  uma série de sentimentos negativos que acometem as mulheres, como ansiedade, angústia e insatisfação”, afirma Marciele.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *