Fundação lança guia da Mata Atlântica para auxiliar estudantes e professores

A Fundação SOS Mata Atlântica lançou, na última semana, a cartilha “Aqui tem Mata?”, um guia que busca estimular os diálogos socioambientais nos espaços escolares a partir da descoberta da Mata Atlântica – sua história, biodiversidade e a importância de protegê-la. A proposta da cartilha é ser um material complementar e que incentive a consulta e uso dessas informações por educadores, com sugestões de exercícios e abordagens dessas temáticas em aula.

A publicação é baseada no site de mesmo nome, que disponibiliza, por meio de mapas e gráficos, o estado de conservação de florestas, mangues, restingas e outros ambientes da Mata Atlântica nos 3.429 municípios do bioma.  No site,  basta inserir o nome de um município para descobrir o que resta de vegetação, as bacias hidrográficas e as áreas protegidas da região.

Com linguagem leve e acessível, a publicação é voltada para professores e alunos do ensino fundamental, mas também pode ser utilizada por qualquer educador interessado no tema. O guia está disponível para download em: www.sosma.org.br/publicacoes.

por-que-preservar-a-mata-atlanticaSobre a SOS Mata Atlântica

A Fundação SOS Mata Atlântica é uma ONG brasileira que atua há 30 anos na proteção da floresta mais ameaçada do país. A ONG realiza diversos projetos nas áreas de monitoramento e restauração da Mata Atlântica, proteção do mar e da costa, políticas públicas e melhorias das leis ambientais, educação ambiental, campanhas sobre o meio ambiente, apoio a reservas e unidades de conservação, dentre outros. Todas essas ações contribuem para a qualidade de vida, já que vivem na Mata Atlântica mais de 72% da população brasileira. Os projetos e campanhas da ONG dependem da ajuda de pessoas e empresas para continuar a existir. Saiba como você pode ajudar em www.sosma.org.br/apoie.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *