dinheiro

R$ 4,5 bilhões serão injetados na economia do Estado com o 13º salário

A chegada do final do ano e a perspectiva da injeção de recursos oriundos do pagamento do 13o salário para os trabalhadores, aposentados e pensionistas gaúchos leva a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojista do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, a projetar um incremento nas vendas do comércio e, ainda, a ampliação da quitação de dívidas e recuperação do crédito pelos consumidores.

O presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, destaca que o 13o salário representa um acréscimo de aproximadamente R$ 12 bilhões para a economia do estado, mas boa parte deste dinheiro, cerca de 35%, já foi paga no primeiro bimestre de 2016, a título de adiantamento para as férias.

– Com base neste indicador, a FCDL-RS estima que uma renda adicional de R$ 6 bilhões deve movimentar a economia gaúcha em novembro e dezembro, já efetuados os devidos descontos previdenciários e de impostos. Acreditamos que os consumidores deverão utilizar cerca de 25% deste valor para negociar e quitar dívidas, sendo o restante destinado para o consumo, o que deve ampliar, de maneira significativa, as vendas do varejo do Rio Grande do Sul – enfatiza Vitor Augusto Koch.

O dirigente comenta que R$ 4,5 bilhões do 13o salário serão utilizados pela população para consumo adicional neste final de ano. Por isso, é importante que os lojistas estejam preparados e focados para vender, ofertando qualidade no atendimento e produtos com preços adequados ao orçamento das famílias gaúchas.

13 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *